Sobre

O MOVE nasceu, há pouco mais de uma década, pela vontade de antigos alunos de artes da Universidade da Madeira (UMa) em dinamizar a cultura na cidade, através de diversas ações culturais, com o intuito de promover a intervenção e reflexão da obra no espaço urbano.

Filipa Jasmins Freitas e Fábio Teles foram os responsáveis pelo desenvolvimento do projeto, então apresentado como “Movimento de Vontade de Expressão”, que visou desafiar os criativos das diversas áreas de expressão artística a congregar ideias e projetos, fomentando a produção do trabalho artístico independente, tornando-o acessível ao público através do estabelecimento de uma relação direta entre a prática artística e a sua fruição.

Enquanto agentes culturais, consideravam premente e determinante a dinamização cultural urbana através de novas abordagens contemporâneas e diversificadas com enfoque na produção artística regional, valorizando-a e validando-a, como também impulsionar a sua abertura para novos mercados artísticos emergentes, nacionais e internacionais.

2008

O movimento estreia-se com uma aparição pública inserida no âmbito das Comemorações dos 500 Anos da Cidade do Funchal, juntamente com a Edicarte, onde debuta publicamente, na placa central da Avenida Arriaga, por um período de 30 dias, as instalações intituladas “Stop”, da autoria de Filipa Freitas; “Labirinto”, de Sofia Fernandes; e “Espelhos”, de Filipe António.

2010

Com o seu conceito solidificado, o MOVE organiza uma exposição coletiva, patente no Colégio dos Jesuítas – Reitoria da UMa, que reuniu 13 jovens artistas regionais, numa simbiose de trabalhos que diversificaram entre a pintura, a escultura e instalação.

2013

A convite da Edicarte, da Câmara Municipal do Funchal e da Universidade da Madeira, o MOVE inicia uma parceria com o intuito de desenvolver um conceito para a organização de uma mostra pública de arte a ser inserida nas Festas da Cultura do Funchal. O evento contou com a participação de diversos artistas que, numa manhã, desenvolveram a prática artística ao vivo, tendo sido criado um momento único e poucas vezes observado no contexto regional: a produção e fruição da obra em simultâneo.

2015

Em parceria com a NOS Summer Opening 2015, o MOVE promove, no Parque de Santa Catarina, o Concurso de Instalação Criativa que envolveu artistas de diversas áreas interventivas. Tratou-se de um projeto piloto de inovação urbana, que visou capacitar pessoas criativas a gerar soluções, projetos inovadores que transformassem e potenciassem espaços e parques na Cidade do Funchal.

2020 – 2024

O MOVE deixa de ser um movimento e passa a Associação, adotando a denominação MOVE – Associação Cultural, Criativa e Artística da Madeira.

Uma associação sem fins lucrativos que tem como objecto principal a criação, divulgação de projetos criativos e de eventos destinados à valorização da expressão criativa e do património material e imaterial.

Tem como membros fundadores diversas pessoas ligadas de forma profissional e académica às mais variadas formas de arte na Região Autónoma da Madeira, desde a dança passando pelas artes criativas como a pintura e escultura, até à direção de artistas ligados ao teatro e a intervenções no espaço público, associadas ao cartaz turístico da Madeira.

A MOVE tem o objetivo claro desenvolver, ao longo destes 4 anos, protocolos com polos criativos e sociais bem como com as Câmaras Municipais da região, com o intuito de desenvolver projetos que potenciem o talento criativo e a Cultura das cidades e vilas da nossa região.

Galeria

Funchal, 2008 – Comemoração 500 anos – Instalação “Visões”

VER mais

Press

Exposição Inaugural MOVE
Cartaz Exposição Inaugural MOVE
JMadeira 03/07/2022

Projetos

ARTWALK

No âmbito do protocolo de cooperação cultural celebrado entre a Secretaria Regional de Turismo e Cultura através da Direção Regional da Cultura e a MOVE, a associação apresenta 𝐀𝐑𝐓𝐖𝐀𝐋𝐊, uma exposição itinerante, em homenagem ao escultor Maurício Fernandes, que irá percorrer oito concelhos da Madeira, até dezembro de 2023.

A MOVE – Associação Cultural, Criativa e Artística da Madeira apresenta o projeto ARTWALK, que sai à rua pela primeira vez com uma homenagem ao escultor Maurício Fernandes. Uma estreia que vai acontecer no dia em que se comemora a data do seu nascimento, 𝟐𝟐 𝐝𝐞 𝐬𝐞𝐭𝐞𝐦𝐛𝐫𝐨, 𝐚̀𝐬 𝟏𝟖 𝐡𝐨𝐫𝐚𝐬, 𝐧𝐚 𝐛𝐢𝐛𝐥𝐢𝐨𝐭𝐞𝐜𝐚 𝐦𝐮𝐧𝐢𝐜𝐢𝐩𝐚𝐥 𝐝𝐨 𝐜𝐨𝐧𝐜𝐞𝐥𝐡𝐨 𝐝𝐞 𝐒𝐚̃𝐨 𝐕𝐢𝐜𝐞𝐧𝐭𝐞.

O projeto ARTWALK tem como principal objetivo, nesta primeira mostra, homenagear o escultor Maurício Fernandes, pelo seu percurso e contributo para o desenvolvimento da cultura e arte regional, principalmente na área do design.

Com produção da MOVE e direção artística de Sofia Fernandes, este projeto é apoiado financeiramente pela Secretaria Regional do Turismo e Cultura.

O convite foi feito a vários artistas e criativos de diferentes áreas de expressão, a participarem nesta homenagem, que de algum modo tiveram contacto com o escultor Maurício Fernandes, quer porque foram seus colegas, amigos ou alunos.

Esta primeira mostra da ARTWALK conta com a participação dos artistas: 𝑪𝒂𝒓𝒍𝒐𝒔 𝑪𝒐𝒔𝒕𝒂, 𝑬𝒖𝒓𝒊𝒄𝒐 𝑺𝒂𝒏𝒕𝒐𝒔, 𝑬𝒗𝒂𝒏𝒈𝒆𝒍𝒊𝒏𝒂 𝑺𝒊𝒓𝒈𝒂𝒅𝒐 𝒅𝒆 𝑺𝒐𝒖𝒔𝒂, 𝑭𝒊𝒍𝒊𝒑𝒆 𝑨𝒏𝒕𝒐́𝒏𝒊𝒐, 𝑮𝒓𝒂𝒄̧𝒂 𝑩𝒆𝒓𝒊𝒎𝒃𝒂𝒖, 𝑮𝒖𝒊𝒍𝒉𝒆𝒓𝒎𝒆 𝑭𝒆𝒓𝒏𝒂𝒏𝒅𝒆𝒔, 𝑳𝒖𝒊́𝒔 𝑭𝒊𝒍𝒊𝒑𝒆, 𝑴𝒂𝒇𝒂𝒍𝒅𝒂 𝑮𝒐𝒏𝒄̧𝒂𝒍𝒗𝒆𝒔, 𝑹𝒊𝒄𝒂𝒓𝒅𝒐 𝑺𝒐𝒖𝒔𝒂, 𝑹𝒊𝒄𝒂𝒓𝒅𝒐 𝑽𝒆𝒍𝒐𝒛𝒂, 𝑹𝒊𝒕𝒂 𝑹𝒐𝒅𝒓𝒊𝒈𝒖𝒆𝒔 𝒆 𝑻𝒆𝒓𝒆𝒔𝒂 𝑱𝒂𝒓𝒅𝒊𝒎.

Associada à instalação artística que vai marcar a sua presença ao público em vários concelhos da RAM – Região Autónoma da Madeira, estará igualmente aberta ao público uma exposição de vários trabalhos realizados pelo escultor Maurício Fernandes, nos diversos núcleos culturais de cada um dos concelhos, por onde esta mostra irá passar.

Entrada é livre.

Calendarização das esposições:

De 22 setembro a 31 de outubro de 2022 – S. Vicente

De 4 novembro a 31 de dezembro de 2022 – Santana

De 10 de janeiro a 17 de fevereiro de 2023 – Machico (Solar do Ribeirinho)

De 1 de abril a 1 de maio de 2023 – Porto Moniz (Centro de Ciência Viva)

De 7 de maio a 16 de junho de 2023 – Porto Santo

De 25 de junho a 25 de agosto de 2023 – Santa Cruz (Casa da Cultura – Quinta do Revoredo)

De 22 de setembro a 31 de dezembro de 2023 – Funchal (Quinta Magnólia – Centro Cultural)

Este projeto tem produção:

Move – Associação Cultural e Artística da Madeira 

Direção artística: Sofia Fernandes

Apoio Principal

Secretaria Regional da Cultura e Turismo

Direção Regional da Cultura

Apoio Logístico

Câmara Municipal de S. Vicente

Câmara Municipal de Machico

Câmara Municipal de Santa Cruz

Câmara Municipal do Porto Moniz

Câmara Municipal de Santana

Câmara Municipal de Porto Santo

Quinta Magnólia – Centro Cultural

PT